CONSTELAÇÃO FAMILIAR

08/02/2010 10:32

 

Venha conhecer a Constelação:

Como Participante ou Constelando

A Terapia de Constelação Familiar poderá ser aplicada a Indivíduos e ou Empresas e, se define como sendo uma dinâmica em grupo com uma abordagem analítica, em que se utilizando específicos e determinados métodos, acessa o nível de inconsciência necessário para levar o indivíduo a ativar e vivenciar bloqueios, em sua maioria, não identificáveis e inconscientes.

Estes, como: mecanismos inconscientes, responsáveis por padrões de comportamentos, característicos como impróprios ou inadequados, bloqueando todo o fluxo de sua vida e relações: pessoal, interpessoal e social.

Esta metodologia destina-se a ordenar processos emocionais e psíquicos inconscientes, responsáveis por relacionamentos conflituosos, problemas de saúde, perdas, depressão, comportamentos autodestrutivos, dificuldades de relacionamento e sociabilização ou de transição em determinadas fases da vida.

A Constelação se aplica ainda a desemaranhar e harmonizar vínculos familiares que possuem casos de ressentimentos, mágoas ou co-dependências, doenças psicossomáticas, crônicas, alcoolismo, suicídio, mortes precoces, indivíduos excluídos, conflitos inexplicáveis, etc. 

Bert Hellinger é o idealizador desta prática de estudo. Em sua abordagem a Constelação Familiar trata interiormente as pessoas, o que Hellinger chama de alma. Abordando características interligadas, que trabalham no âmbito emocional, sensorial e inconsciente, o que de um modo amplo é designado como alma.